­

O tema da Escola Bíblica Dominical da Igreja Batista Ágape neste ano de 2017 será: “Faz-me ouvir tua voz!”.

Esse tema é um pedido, uma oração ao SENHOR, para que nossos ouvidos sejam abertos para ouvirmos a voz do nosso Deus e ao ouvi-la, obedecê-la para cumprirmos os planos e propósitos de Deus nas nossas vidas.

Entretanto, a forma mais comum de Deus nos falar é através da Sua Palavra. É claro que Ele usa outros meios também, mas a Palavra é o principal instrumento de Deus “[...] para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra”. (2 Timóteo 3.16-17)

Portanto, para ouvir a voz de Deus devemos: (1) Desejar ardentemente ouvi-Lo; (2) Estudar profundamente as Escrituras e (3) Meditar constantemente na Palavra de Deus.

O rei e salmista Davi entendeu claramente isso. Veja o que ele diz: “Meditarei nos teus preceitos e às tuas veredas terei respeito. Terei prazer nos teus decretos; não me esquecerei da tua palavra.” (Salmo 119.15 e 16). Com relação à Palavra de Deus Davi nos ensina ainda que devemos amá-la (Salmo 119.97) e guardá-la (Salmo 119.11) no coração para não pecarmos contra Deus.

A Bíblia é a Palavra de Deus! Ela é única e singular, pois para escrevê-la Deus usou aproximadamente 40 autores diferentes, incluindo reis, agricultores, filósofos, pescadores, poetas, políticos, estudiosos e mesmo assim, quando fazemos uma análise apurada da mesma não encontramos falhas ou incoerências, pelo contrário, encontramos unidade, clareza de pensamento, centralidade em Cristo – isso de Gênesis a Apocalipse –, encontramos ainda coerência doutrinária confirmando a justiça de Deus, Sua soberania, Sua graça, Sua majestade, santidade e poder.

Com relação à singularidade da Bíblia, F. F. Bruce escreve: “Os próprios escritos pertencem a uma grande variedade de tipos literários. Incluindo história, direito (civil, criminal, ético, conjugal, sanitário), poesia religiosa, tratados didáticos, poesia lírica, parábolas e alegorias, biografia, correspondências, diários e autobiografias, além das inconfundíveis profecias e revelações. [...] apesar de tudo isso, a Bíblia não é simplesmente uma antologia, há uma unidade que liga todas as partes”.

Estamos iniciando hoje mais um ano letivo da nossa EBD e, como Coordenador da EBD 2017, venho convidar cada membro da nossa igreja, do menor ao maior, para assumir um compromisso de buscar ao SENHOR pelo estudo, pela meditação e pela  busca constante do conhecimento de Deus.  

 

Pr. Celso Lopes

Coordenador EBD 2017

­